Publicidade
Página Inicial

Acusados de tráfico de drogas e assaltos são presos com saco de dinheiro, em Olho D’Água das Cunhãs

02/04/2015 às 08:45 em Sem categoria

IMG-20150401-WA0024Cumprindo Mandados de Prisão e Busca e Apreensão, assinados pela juíza titular da Comarca de Olho D’Água das Cunhãs, Mirela Cézar, a polícia colocou as mãos em José Orlando Barbosa, o Deca (que já cumpriu pena por várias práticas delituosas), Patrício Barbosa, irmão de Deca, Elane Cristina, e um homem identificado como Norberto Medeiros, que reside em Bacabal. Todos acusados de trafico de drogas e assaltos a bancos.

Leandro, que também se encontrava na residência de Deca no momento das prisões, foi detido, mas, como não foram encontradas evidências de seu envolvimento com a quadrilha, foi posto novamente em liberdade, entretanto, será investigado.

No local foram apreendidas sacolas cheias de cédulas de dinheiro que somadas chega a mais de R$ 200 mil, (provavelmente fruto de alguma ação delituosa dos mesmos), carros e uma motocicleta.

IMG-20150401-WA0023A operação policial desencadeada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais, coordenada pelo delegado André Gossain, e com participação dos também delegados Carlos Alessandro, Valdenor Viegas, Ionede Melo (16º Delegacia Regional de Bacabal), além de agentes do Serviço de Inteligência da SSP/MA, ainda conseguiu localizar um laboratório utilizado para o refino da pasta base da cocaína que funcionava em uma fazenda localizada no povoado Alto Alegre do Acelino, zona rural do município de Bacabal. Lá a polícia apreendeu drogas e armas pertencentes a quadrilha de Deco.

Trazidos para a 16º Delegacia Regional de Bacabal para serem ouvidos, serão recambiados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, onde já estáDiego José Tavares Vilas Boas, membro dessa mesma organização criminosa, que em fevereiro desse ano foi preso em flagrante na cidade de Zé Doca quando transportava 30 kg de pasta base de cocaína. Na oportunidade, a Superintendente Estadual de Investigações Criminais informou que a droga estava avaliada em aproximadamente R$ 870.000.IMG-20150401-WA0022Do Blog do Sergio Matias

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 2 = 2