Publicidade
Página Inicial

Denuncia que cassou o mandato de Gleide Santos é entregue a CGU

02/12/2015 às 13:24 em Geral
CGU

Sr. Armando Gonçalves Mendes de Carvalho (Coordenador de Equipe de Fiscalização da Controladoria da União – CGU), de posse da denuncia

A Sra. Gleide Lima Santos (PMDB) que teve o mandato de prefeita cassado pela Câmara Municipal de Açailandia no dia 21 de julho do ano em curso, por diversas irregularidades administrativas, pelo visto terá que se explicar ao Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF).

É que o processo político-administrativo de n°01/2015 que cassou seu mandato, em que é denunciante o advogado Antônio José Ferreira Lima Filho (Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos – Carmen Bascaran), foi entregue a Controladoria Geral da União – CGU, representada pelo Sr. Armando Gonçalves Mendes de Carvalho (Coordenador de Equipe de Fiscalização).

O volumoso processo que contem milhares de páginas foi repassado pessoalmente pelo Vereador José Francisco Gonçalves Sousa (PSB) ao coordenado da CGU, na tarde desta terça-feira (01) no momento em que os fiscais analisavam outros documentos da administração da ex-gestora.

De acordo com o parlamentar, as denuncias são referentes aos exercícios financeiros dos anos de 2013 e 2014 e são ligadas diretamente a educação (merenda escolar) e saúde, que atualmente sofrem por conta da “herança maldita”, deixada por Gleide Santos.

Após a conclusão da análise, a Controladoria Geral da União – CGU, emitirá parecer ao Ministério Público Federal – MPF e Policia Federal, que devem tomar as medidas cabíveis.

CGU

A Controladoria-Geral da União (CGU) é o órgão do Governo Federal responsável por assistir direta e imediatamente o Presidente da República quanto aos assuntos que, no âmbito do Poder Executivo Federal, sejam relativos à defesa do patrimônio público e ao incremento da transparência da gestão, por meio das atividades de controle interno, auditoria pública, correição, prevenção e ‘COMBATE À CORRUPÇÃO’ e ouvidoria.

A CGU também deve exercer como órgão central, a supervisão técnica dos órgãos que compõem o Sistema de Controle Interno e o Sistema de Correição e das unidades de ouvidoria do Poder Executivo Federal, prestando a necessária orientação normativa.

A Baixo, copia do oficio assinado pelo representante da CGU:Oficio

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


6 − = 2