Publicidade
Página Inicial

Em visita ao 1º Distrito Policial de Açailandia, vice-presidente da “ADEPOL” diz que a greve dos delegados vai continuar…

04/07/2011 às 22:55 em Sem categoria

José Ribeiro/ADEPOL
Açailandia – Em uma rápida visita à Açailandia, na tarde desta segunda 04/07, o vice-presidente da ADEPOL, associação dos delegados de policia civil do estado do maranhão, José Ribeiro de Oliveira, declarou a imprensa que o motivo da visita da comissão que coordena a greve dos delegados da policia civil à região tocantina, é para fortalecer o movimento.
Em conversa com a equipe do programa B. O. 98 da Rádio Clube FM 98,1MHz, o vice-presidente declarou que o principal motivo da greve não é aumento, e sim recomposição salarial.
Segundo Ribeiro, no maranhão existe mais de 1.800 presos custodiados indevidamente em delegacias, impedindo a policia civil de sair as ruas para investigar crimes e prender criminosos, ele acrescentou que 121 municípios do maranhão não tem delegados, o que faz com que um mesmo delegado responda por varias cidades.
Para atender os 217 municípios e mais de 6 milhões de pessoas, o estado conta com apenas 351 delegados, o que não atende a demanda. Para amenizar a situação, seria necessário pelo menos mais 200 delegados.
O que também é preocupante, é que só no próximo ano de 2012 mais de 60 delegados e 390 investigadores completam tempo para aposentadoria, o que vai fazer aumentar a lacuna.
Principais reivindicações – recomposição salarial do período 2009/2010/2011 e melhores condições de trabalho.
Segundo a ADEPOL, o governo se quer chamou os delegados para uma conversa.

Por Antonio Marcos

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


7 + 5 =