Publicidade
Página Inicial

Guerra de Liminares: Açailândia e uma História de Liminares até mesmo para manter candidatura

01/10/2012 às 21:16 em Política
Guerra de liminares poderá mergulhar o município novamente na instabilidade política e administrativa e afugentar investimentos!
AçailandiaEm um passado não tão distante, a cidade de Açailandia viveu uma verdadeira “Guerra de Liminares”. Os fatos fizeram com que o município ficasse conhecido no “Mundo Inteiro” como o município que trocou de prefeito 08 (oito) vezes em apenas 30 dias.  Pela manhã o pai de Família que precisava trabalhar para garantir o sustento da família estava empregado, a tarde já estava desempregado, se trabalhava não recebia e assim sucessivamente…
Os responsáveis por essa página negra da história de Açailandia, depois de sumirem por 04 (quatro) anos, hoje surgem do nada pregando mudança e se passando por salvadores da pátria. De todos os atores envolvidos, a candidata “SUB JUDICE” é a principal.
Veja cronologia das liminares:
Dia 05 de maio de 2012, último dia para que os candidatos registrassem suas candidaturas, Gleide Lima Santosconsegue uma liminar – Dia 03 de setembro de 2012, véspera do julgamento no TRE (Tribunal Regional Eleitora), Gleide Lima Santos tem liminar revogada (perde a liminar) – Dia 28 de setembro de 2012, reta final de campanha, Gleide Lima Santos consegue novamente uma liminar. Liminar é cassada… Volta a liminar… Cai a liminar… e o povo, maior prejudicado fica sem entender nada!
Enquanto isso, o Município vai mergulhando numa crise sem precedentes. O eleitor Açailandense poderá no próximo domingo 07 de outubro, utilizar-se do papel de juiz e atendendo ao clamor popular e a orientação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que diz não aos políticos “FICHA JUJA”,colocar fim à guerra judicial provocada pela candidata “SUB JUDICE” Gleide Lima Santos, que insiste em utilizar-se de instrumentos jurídicos para postergar sua “Situação de Inelegibilidade”, fruto das reprovações de suas contas pela Câmara Municipal de Açailândia.
No último dia 28/09, após a revogação da liminar decretada pelo Juiz da 1ª Vara da Comarca de Açailândia Dr. Ângelo Antônio Alencar dos Santos (Eleitoral),Gleide Santos mais uma vez recorre ao Tribunal de Justiça do Maranhão a fim de manter sua candidatura junto à Justiça Eleitoral e obtem da desembargadora Nelma Sarney novamente uma antecipação de tutela (liminar), com o claro objetivo de tentar manter os últimos suspiros antes do dia 07/10, ou seja, Gleide chega ao final da campanha fragilmente sustentada por uma “Liminar”, que sabe-se lá até quando deve durar.
Por Antônio Marcos
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 5 = 0