Publicidade
Página Inicial

PM prende acusados de tentativa de homicídio

11/08/2011 às 09:48 em Sem categoria

Grajaú – A Polícia Militar, sob o comando do Capitão: Jean Levi Cavalcante, efetuou a prisão de cinco homens acusados de tentar matar um morador da localidade Pau Ferrado, no município de Grajaú.
Segundo a polícia, eles teriam planejado a ação dentro da casa do morador. 
Ao entrarem na residência, o que seria a vítima, identificada apenas pelo prenome de Joelino, não estava na casa. 
Moradores chamaram a polícia, ocasião em que os homens se evadiram para um matagal.
A polícia se dirigiu imediatamente para o local. Chegando a Pau Ferrado, a guarnição da PM recebeu informações de que os homens teriam se dirigido para uma localidade chamada Mamuí. Os policiais flagraram o bando dentro do mato.
Com eles, a polícia apreendeu uma espingarda calibre 12, três espingardas socadeiras, uma espingarda 20 e três revólveres, um 38 e outro 22, e um revólver de fabricação caseira de um tiro. Ainda foram apreendidas 16 munições intactas, 7 balas calibre 22, quatro do 38 e cinco da espingarda 28.
Os cinco homens presos são: Nivaldo Pereira Lima, de 45 anos, morador do povoado Pau Ferrado; Francisco da Cruz Santos, 38 anos, morador de Porto Franco; Solisval Lira da Costa, 43 anos, morador de São João do Paraíso; Sebastião de Araújo, 28 anos, também morador de Porto Franco, e Francisco Gomes da Silva, 39 anos, residente em Porto Franco. Todos foram indiciados por tentativa de homicídio.
Com eles, a PM ainda apreendeu uma moto Titan com placa de Barra do Corda, cor vermelha, e uma pick-up branca de marca Dodge com placa de Quixeramobim-CE.
Em sua defesa, Francisco Gomes da Silva disse que não sabia de tamanho arsenal e que estava vindo já com sua esposa para Porto Franco. 
Ele informou que Joelino lhe deve uma quantia de R$ 2.000 há dois anos e falava que não tinha condições de pagar. 
Mas Francisco informou que o mesmo trabalha com troca de motos e veículos, e não paga porque não quer, disse ainda que Joelino deve muitas pessoas.
Francisco falou que foi na casa de Joelino para conversar com ele, mas não o encontrou. Ele ainda informou que as pessoas que o denunciaram para polícia entenderam a sua visita errada. Os outros quatro presos confirmaram a versão de Francisco Gomes.
Os cinco se encontram detidos na DP à disposição da Justiça.
Fonte/o progresso
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


− 1 = 8