Publicidade
Página Inicial

Política & Opinião

28/03/2016 às 09:11 em Política

Pré-candidato “enrolado”

Parece que finalmente a ficha caiu para um ex-prefeito de Açailandia que se auto intitula “amigo do povo”. O mesmo segue “enrolado” com a Justiça Eleitoral. Nesse momento em que as grandes lideranças se articulam para viabilizar suas candidaturas, o mesmo até agora sequer deu o ar da graça. Na última eleição quando foi candidato a Deputado Federal, seu nome sequer pareceu na lista de votados, o que pode ter desmotivado o mesmo.

O destino do Pr. Cavalcante

Líder da Assembleia de Deus COMADESMA (Maior Ministério Evangélico do Brasil, no Sul do Maranhão e Outros Estados da Federação), o Suplente de Deputado, Pr. José Alves Cavalcante que há décadas decide as eleições em Açailandia, deve se posicionar nos próximos dias. Na última eleição ele obteve quase 24 mil votos como candidato a Deputado Estadual pelo Partido Social Cristão (PSC), se tornando o mais bem votado em Açailandia, o que comprova sua liderança.

A reeleição de Juscelino Oliveira

O atual prefeito Juscelino Oliveira (PCdoB) que vem conseguindo quebrar alguns paradigmas trabalha apoios e fortalecimento de seu grupo político para disputar a reeleição, o que é muito natural. Juscelino Oliveira já provou que conhece o “caminho das pedras”. O homem tem grande prestigio junto a alguns ministros, senadores, deputados e Governo do Estado. Para que se tenha uma ideia, nesse pouco tempo em que o mesmo está à frente da prefeitura, o governador já veio à Açailandia pelo menos três vezes inaugurar e anunciar obras…

Médico na Política

Está rolando nas redes sociais uma campanha contra o envolvimento de médicos na política, citando exemplos “catastróficos” de profissionais do seguimento, que direto ou indiretamente participaram da política local. O objetivo dos idealizadores da campanha é abrir os olhos da população para o que eles acreditam ser prejuízo para população, que ganha um candidato, más na grande maioria das vezes perde o médico.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


+ 3 = 4