Publicidade
Página Inicial

Preso homem acusado de liderar a facção ‘Comando Vermelho’, em Imperatriz

22/02/2018 às 08:22 em Polícia

Alex Sandro Nogueira dos Santos, 32 anos, está sendo investigado por acusação de ser o mandante da chacina na Vilinha.

Comando Vermelho

Alex Sandro Nogueira dos Santos se encontra à disposição da Justiça

Resultado de incursões pelos policiais do 14º Batalhão de Polícia Militar de Imperatriz, foi preso Alex Sandro Nogueira dos Santos, 32 anos, conhecido por “Paulista”. O acusado consta como principal suspeito de ser o mandante das mortes ocorridas no bairro Vilinha, onde uma facção realizou disparos, culminando em três mortes e quatro feridos, no último dia 11.

O acusado foi preso nessa segunda-feira (19), por volta das 21h30, através de incursões e levantamentos realizados pelo Grupo de Serviço Avançado (GSA), do Serviço de Inteligência (SI), do 14º Batalhão, juntamente com as guarnições da Força Tática, VTR da Área e CPU. Nas ações para prender o criminoso, foram realizados monitoramentos, os quais levaram os policiais até a residência do acusado.

Arma e droga

Arma, dinheiro, droga e balança de precisão

Alex Sandro estava homiziado em um condomínio no bairro Vilinha e por conta da Operação Pacificação foi cercado e preso. Paulista foi flagrado com uma espingarda calibre 12, com dois cartuchos intactos, novecentos gramas de maconha prensada em forma de blocos, uma balança de precisão, um facão, materiais e embalagens para condicionamento e armazenamento de drogas, um aparelho celular e documentos pessoais.

O suspeito revelou aos policiais que tinha admitido em vídeo que é o mandante pelas mortes das três vítimas e outras quatro que sofreram tentativas de homicídio em Imperatriz. Alex Sandro disse também que é o líder da facção criminosa Comando Vermelho em Imperatriz e afirmou que “mata mesmo”.

O criminoso foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Imperatriz, onde foi autuado por tráfico de droga, posse ilegal de arma de fogo e munições e já se encontra na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz.

Ele está sendo investigado pela acusação de ter sido o mandante da chacina ocorrida na Vilinha, no feriadão de Carnaval, bem como no que se refere ser ele o líder da facção criminosa Comando Vermelho em Imperatriz.

De O PROGRESSO

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


+ 5 = 10