Publicidade
Página Inicial

Slogan de campanha provoca polêmica no município de Caxias

06/08/2012 às 11:00 em Política
Eu quero me dar bem: prefiro perder com a verdade do que ganhar com a mentira diz slogan de candidato a vereador!
Caxias O polêmico slogan de campanha de Batista Barros, candidato a vereador pelo PC do B, recebeu críticas de integrantes da legenda. Um candidato a vereador de Caxias está dando o que falar por conta de seu slogan de campanha. O nome dele é Batista Barros (PCdoB). Ele resolveu simplesmente ser super sincero e adotar o slogan: “Eu quero me dar bem: prefiro perder com a verdade do que ganhar com a mentira”. A música do candidato tem estrofes com estes dizeres. O slogan tem gerado revolta entre os aliados da coligação do Barros.


Batista Barros faz parte da Coligação: “Juntos para Caxias”, formada pelos partidos PDT, PSL, PHS, PMN, PSB, PC do B e PT do B. A coligação é encabeçada pelo candidato a prefeito Léo Coutinho (PSB), sobrinho do prefeito Humberto Coutinho. Segundo Leo, houve uma conversa com o candidato, que se explicou, afirmando que o “se dar bem” seria em função de conseguir a vaga na Câmara, mas não para enriquecer, mas para trabalhar pela população de Caxias. “Respeitamos todas as formas de expressão dos candidatos aliados. Em minha opinião, ele foi infeliz no slogan. Mas disse que o “se dar bem” não era no sentido financeiro. Até porque não compactuamos com o uso do cargo público para um beneficio financeiro. Eu estou no serviço público há 11 anos, e para mim, a área pública é sinônimo de renúncia a muitas coisas. Quem quer enriquecer, que vire empresário. Mas o candidato se justificou e respeitamos todas as formas de expressão”,pontuou.

O deputado do partido do candidato, Rubens Júnior (PCdoB) afirmou ter apenas ouvido falar do caso, não tendo embasamento para emitir juízo de valor. Porém, afirmou repudiar veementemente este tipo de slogan. O presidente em exercio do diretório estadual do PCdoB, Etelvino Oliveira, disse que já solicitou ao diretório municipal de Caxias que tome uma atitude sobre o assunto. “É um absurdo. Não aceitamos este tipo de manifestação que nada tem a ver com o PCdoB. O Comitê Municipal irá avaliar se é passível de punição. O candidato deve cumprir o Estatuto do partido”,afirmou.

Já o presidente do PCdoB de Caxias, Adelman Soares, disse que ainda não conseguiu reunir o partido para discutir a situação, mas o fará em breve. Ele não quis emitir opinião pessoal sobre o caso e disse que só se manifestará após discutir com o partido e com o candidato sobre sua postura.


Mas se de um lado, alguns dirigentes preferem manter a diplomacia, outras fontes comunistas demonstraram muita insatisfação com o caso. Alguns nomes de peso dentro da legenda defendem fortemente a expulsão do candidato da legenda.

Nas redes sociais, também houve muita repercussão de forma cômica. Muitos fizeram piada com o slogan, uns criticaram e outros até elogiaram a sinceridade do candidato. O Imparcial passou o dia de ontem tentando contato com Batista Barros mas até o fechamento da matéria ele não tinha dado retorno aos contatos da reportagem. A Câmara Municipal de Caxias passou de 12 para 19 vagas neste pleito. São 252 candidatos às vagas do parlamento caxiense. 
Fonte/http://www.oimparcial.com.br
Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário


8 − 6 =