Publicidade
Página Inicial

Corpo do “Guerreiro Canela” é enterrado sob aplausos e muita comoção…

20/08/2016 às 08:30 em Geral

Canela 1O Vereador José Francisco Gonçalves Sousa (Canela) faleceu em Teresina/PI na madrugada da última quinta-feira (18), onde ficou quase dois meses internado, grande parte desse tempo em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), após ser diagnosticado com câncer de estômago e laringe.

O corpo do “Guerreiro” como ficou conhecido devido a sua luta incansável em prol da comunidade, chegou em Açailandia por volta das 21h30 e foi levado direto para Câmara Municipal, onde foi velado durante a manhã desta sexta-feira (19), quando um carro do Corpo de Bombeiros o transladou até o Pequiá, onde o mesmo residia.

Homenagens e muita comoção marcaram o sepultamento do “Guerreiro”, que aconteceu na tarde desta sexta-feira (19), no Cemitério Campo da Saudade.

Homenagem do Blog do Antonio Marcos:

Canela DIPLOMASomos frágeis como o vidro e como a flor do campo que hoje está linda  e  amanhã murcha  e morre.  É nesta limitação de tempo que  cumprimos  a  missão  de  nos  realizarmos  e  contribuirmos  para a realização  de  nossos  irmãos.

Podemos afirmar que José Francisco Gonçalves Sousa, o “Canela” cumpriu sua missão aqui na terra com sabedoria. Os vereadores de Açailandia desta legislatura e demais que foram seus colegas de legislatura, destacam que Canela era “um homem com personalidade marcante, típica de pessoas que assumem uma postura na vida, demonstrando claramente suas idéias, seus objetivos  e seus sentimentos. Foi um ser humano impossível de passar despercebido, despertava sentimentos fortes em seus relacionamentos e com isso marcou sua presença na vida de muitas pessoas. Ensinou, propagou e lutou pelos valores morais”.

Palavras jamais conseguiriam expressar  o  sentimento  de gratidão, admiração e reconhecimento pelas sua relevante contribuição ao Município de Açailandia.

Seu legado vivencial e político, colocado em prática no diálogo e na troca de experiências, com coerência e ética num convívio marcante e cativante, foram além de sua pessoa para enobrecer o próprio trabalho.

Fotos do Cortejo e Sepultamento: Canela 5

Canela 2 Canela 6

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Câmara de Vereadores divulga nota de pesar pela morte do Ver. Canela

19/08/2016 às 16:12 em Geral

Camara

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Corpo do Ver. Canela está sendo velado na Câmara Municipal de Açailandia

18/08/2016 às 23:50 em Geral
FB_IMG_1471572189705

Familiares e amigos devem comparecer para prestar às últimas homenagens

O corpo do Vereador José Francisco Gonçalves Sousa (Canela) que faleceu na madrugada desta quinta-feira (18) em Teresina/PI, testá sendo velado na Câmara de Vereadores, na Rua Ceará, no centro de Açailandia, onde familiares e amigos devem comparecer para prestar às últimas homenagens.

De acordo com a família, na manhã desta sexta-feira (19) o corpo do parlamentar será levado para sua residência no povoado Pequiá, onde deverá permanecer até o enterro, cujo horário ainda não foi informado. 

Ao ficar sabendo da morte do vereador, o prefeito Juscelino Oliveira decretou luto oficial de três dias, em Açailandia.

Veja Cópia do Decreto:

FB_IMG_1471570354973

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Vereador Canela morre em Teresina; ele lutava contra o câncer

18/08/2016 às 10:05 em Política
Canela

Vereador lutava contra o câncer de estômago e laringe

Morreu na madrugada desta quinta-feira (18) em Teresina/PI, o Vereador José Francisco Gonçalves Sousa (Canela), vítima de câncer de estômago e laringe.

O parlamentar se encontrava internado no Hospital São Marcos,  na capital piauiense onde deu entrada já em estado grave, no dia 01 de julho do ano em curso.

Sem sombra de dúvidas, Canela escreveu uma página importante da história política do Município de Açailandia, onde sempre lutou em prol das causas sociais, em Especial dos menos favorecidos.

Em nota, a Vereadora e Sec. de Assistência Social, Fátima Camelo lamentou a perda do amigo.

Nota de Pesar

Foi com grande pesar que nesta manhã de quinta-feira,  18 de agosto, recebemos a noticia do falecimento do nobre vereador José Francisco Gonçalves Sousa, conhecido como Canela. Um legislador competente, íntegro, humano, que lutou por grandes causas do nosso município, e em especial a favor do Pequiá, sempre ajudando a construir, desenvolver e realizar o sonho da nossa população.

Sem duvida ele foi um político exemplar, e deixará em nossas lembranças e na nossa historia o seu legado. Neste momento doloroso, em nome da família SEMAS, externamos nossos sentimentos e nos solidarizarmos com a família do nosso eterno Vereador Canela. Rogo a Deus que conforte todos por esta grande perda irreparável.

Fátima Camelo

Secretaria Municipal de Assistência Social

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Ministério Público aciona prefeituras por atraso no pagamento de contas de Energia Elétrica

18/08/2016 às 06:00 em Justiça

Município de Imperatriz pagou, entre 2012 e 2015, mais de R$1,5 milhão de multa.

Noticia4812F2193

Nahyma Ribeiro Abas (Promotoria de Justiça Especializada em Patrimônio Público)

O Ministério Público do Maranhão ingressou com Ação Civil Pública contra os gestores dos municípios de Imperatriz, Vila Nova dos Martírios e Davinópolis. As ações foram propostas devido aos constantes atrasos no pagamento das contas de energia das três prefeituras.

A ACP foi formulada pela 1ª Promotoria de Justiça Especializada em Patrimônio Público de Imperatriz, cuja titular é Nahyma Ribeiro Abas.

Ainda em 2014, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) encaminhou ao MPMA informações que mostravam que os três municípios vinham efetuando o pagamento de faturas com atraso, o que gerou multas por um longo período de tempo.

Diante dos dados, o MPMA instaurou inquéritos civis para apurar a situação, tendo constatado o pagamento de altos valores, a título de juros, multas e correções monetárias, desde o ano de 2013.

Só o Município de Imperatriz, entre os anos de 2012 a 2015, pagou R$1.552.156,32 de multas por atraso nas contas de energia. No mesmo período, Vila Nova dos Martírios teve que arcar com a quantia de R$ 41.770,15. O Município de Davinópolis, também no mesmo período, pagou R$ 20.966,65 pelos atrasos.

Para a promotora Nahyma Abas, o pagamento destas multas é resultado de má-gestão dos recursos públicos, por falta de planejamento e organização, o que viola princípios básicos da Administração Pública e causa prejuízo ao erário.

CONDENAÇÕES

Nas ações, a promotora pede a condenação por improbidade administrativa dos gestores de Vila Nova dos Martírios – a prefeita Karla Batista Cabral e o secretário de Finanças, Edson Rodrigues Chaves; e de Davinópolis – prefeito Ivanildo Paiva Barbosa e a secretária de Finanças, Fernanda Melo Barbosa.

Em Imperatriz, a lista de demandados é composta pelo prefeito Sebastião Torres Madeira; e pelos secretários de Saúde, Conceição de Maria Soares Madeira; Educação, Zesiel Ribeiro da Silva; Administração, Iramar Cândido; Desenvolvimento Social, Miriam Reis Ribeiro; Fazenda e Gestão Orçamentária, Liberato Rodrigues de Morais; e de Trânsito, José Ribamar Alves Soares.

De acordo com a Lei de Improbidade Administrativa, os gestores estão sujeitos a ressarcir integralmente o erário, perder a função pública e ter suspensos os direitos políticos de três a cinco anos.

Também pode ser aplicada multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente, além da proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios, incentivos fiscais ou creditícios, pelo prazo de três anos.

O MPMA pede, ainda, a indisponibilidade dos bens dos envolvidos, como contas bancárias, bens móveis e imóveis.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Após cobrança do Ver. Márcio Aníbal, obra de construção de Creche do Plano da Serra está sendo concluída

17/08/2016 às 08:51 em Política

Obra no valor R$ 1.443,657,47   é fruto de um requerimento de autoria do vereador Marcio Aníbal. 

Anibal ESSAO vereador Marcio Aníbal juntamente com a comunidade do povoado Plano da Serra comemora a retomada da obra de construção de uma Creche que estava literalmente abandonada pelo poder público, desde o ano de 2012.

Creche-2

Vereador Marcio Aníbal durante visita a Creche em 2015. Foto: Arquivo

Em 2015 o vereador visitou a obra que infelizmente estava paralisada e formalizou um pedido junto a poder executivo municipal para que a mesmo interviesse junto ao governo federal (Ministério da Educação), solicitando esforços para a conclusão da obra, o que não ocorreu na gestão anterior.

Após o prefeito Juscelino Oliveira a assumir a administração, a solicitação do parlamentar foi reapresentada e felizmente atendida, com a ida da Secretária de Educação do Municio, Professora Maísa Vieira ao Ministério da Educação (MDE) em Brasília, onde tratou sobre a conclusão dessa e de outras creches do municio que estavam com as obras paralisadas, e que agora estão sendo concluídas.

Creche 3

Graças ao empenho do Ver. Marcio Aníbal, Obra está sendo concluída

Aníbal é o autor do requerimento que solicita a construção da Creche, orçada em R$ 1.443,657,47 que depois de concluída beneficiará centenas crianças, inclusive de família carentes daquele bairro e adjacências.

“Foi com muita alegria que recebemos a noticias da retomada desta obra, que é uma luta nossa antiga. Agradeço a administração pública, que atendeu nossa reivindicação”, disse Márcio Aníbal.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Médico do Hospital Municipal de Marabá é indiciado por morte de adolescente

16/08/2016 às 19:24 em Polícia

EmilyUm médico ortopedista do Hospital Municipal de Marabá (HMM) foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio culposo – quando não se tem a intenção de matar – em decorrência da morte da adolescente Emilly Rocha Brandão, de 17 anos, ocorrida no dia 8 de julho de 2014. A menor deu entrada no hospital após sofrer um acidente de motocicleta, que resultou em uma fratura na perna. O nome do profissional não foi divulgado.

O caso foi retomado há cerca de 40 dias pela equipe de expediente da 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, após familiares da vítima procurarem a delegacia. Conforme informações levantadas durante as investigações, ao prestar o primeiro atendimento o médico requereu a realização de um exame de raio-x para verificar a extensão da fratura, que não foi exposta, mas deixou de requisitar a realização do exame doppler, que é uma ultrassonografia.

O exame era necessário, de acordo com a Polícia Civil, para complemento da análise clínica, verificando se a parte vascular, como veias e artérias, havia sido afetada. Ocorre que o médico apenas prescreveu medicamentos e determinou que fosse colocada uma tala engessada na perna. As investigações apontam que horas depois começou a ocorrer a perda da circulação sanguínea, uma vez que o osso quebrado havia rompido a parte vascular.

As células que formavam os tecidos da paciente começaram a morrer e, a partir disso, começou a ocorrer proliferação interna de bactérias, o que resultou no desenvolvimento de uma gangrena gasosa. Em decorrência do processo, o membro da adolescente passou ao estado de putrefação, o que foi constatado apenas sete dias depois por outro médico, cirurgião vascular, que verificou estado de infecção generalizada da paciente, motivo pelo qual pediu imediatamente a transferência para o Hospital Regional do Sudeste do Pará.

No Regional a equipe de médicos optou pela amputação do membro, na tentativa de conter a infecção e salvar a vida da adolescente. Ainda assim o quadro de infecção já havia se expandido para órgãos vitais, afetando o pulmão em decorrência de um quadro de embolia pulmonar, o que levou ela ao óbito. Durante a investigação, doze médicos foram ouvidos pela Polícia Civil para que o inquérito fosse embasado de forma técnica. O médico foi indiciado por homicídio culposo em decorrência de negligência médica e, ainda conforme a Polícia Civil, confessou parcialmente negligência em não solicitar o exame complementar, quando ouvido em depoimento.

O Jornal CORREIO publicou, em sua edição 2.695, de julho de 2014, a informação acerca da morte da jovem. À época, conforme divulgado, o pai dela procurou a 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil e solicitou que o caso fosse investigado, uma vez que a família acreditava que a adolescente tivesse sido vítima de uma negligência médica.

Na ocasião, ele relatou que ela sofreu um acidente no dia 19 de junho, quando conduzia uma motocicleta em um a vicinal da zona rural, perdendo o controle e caindo. A perna esquerda da menor ficou presa embaixo do veículo e a tíbia foi fraturada. Emilly foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao setor de emergência do HMM, onde ficou internada em uma maca, no corredor, por falta de leitos disponíveis.

O pai relatou, também, que após ter a perna engessada a menor reclamou várias vezes de dores, principalmente no calcanhar. Os familiares conseguiram convencer um enfermeiro a retirar o gesso e ele fez uma raspagem de pele morta que estava na região. Nesse estágio, disse o pai, a área já estava bastante escura e mau cheirosa.

Os familiares então teriam conversado com o mesmo ortopedista que mandou novamente engessar a perna, sem observar o ferimento. Novamente com dores o gesso foi retirado e, diz o pai, dessa vez toda a pele abaixo do joelho estava escura. Foi nesse momento que foi acionado o médico cardiovascular que constatou a infecção.

 SAIBA MAIS

Procurada, a assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Marabá (PMM) informou que, em decorrência do feriado de Adesão do Pará à Independência do Brasil, comemorado nesta segunda-feira (15), não houve expediente e que irá se manifestar ao longo da semana. 

DO CT ONLINE

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

Pref. Juscelino Oliveira apresenta novo Sec. de Comunicação de Açailandia

16/08/2016 às 15:13 em Geral
Ninja ASCOM 2

Encontro aconteceu na casa da Jornalista Valdelice Oliveira

Durante jantar na noite desta segunda-feira (15), o prefeito Juscelino Oliveira (PCdoB), apresentou a Imprensa o novo Secretário de Comunicação de Açailandia, Sininger Vidal, que entra no lugar da então secretaria Marly Alves que ficou a frente da Comunicação pouco mais de um ano. Marly deixa a pasta com a sensação do dever cumprido, para desenvolver outro projeto profissional.

Ninja ASCOM 3

Sininger Vidal com Aluísio Sousa e amigos da imprensa

O encontro aconteceu na residência do casal de Jornalistas Valdelice Oliveira e Wesley Rodrigo, proprietárioss do Jornal do Maranhão, que prepararam com muito carinho um jantar especial para os convidados. Estiveram presentes também, o advogado e Ex-deputado Estadual Sérgio Vieira e o vereador, Aluísio Silva Sousa.

Ensejando o momento, o prefeito Juscelino Oliveira, o vereador Aluísio Sousa e alguns membros da Imprensa, deram boas vindas ao novo secretário Sininger Vidal, que também responde pela Secretaria de Meio Ambiente (SEMA).

Na manhã desta terça-feira (16), o secretário foi à sede da Assessoria de Comunicação (ASCOM), onde recebeu as boas vindas dos colegas de Imprensa que integram a pasta.

“Agradecemos em primeiro lugar ao nosso Deus pela a oportunidade e o prefeito Juscelino Oliveira que viu em nós a capacidade de gerir essa pasta, a qual julgamos de grande importância para administração. O que tiver ao alcance das minhas mãos irei fazer para atender as expectativas de todos que acreditam em nosso trabalho”, disse Sininger Vidal.

Ninja ASCOM 4

Deputado Sergio Vieira deu boas vinda ao novo secretário

Ninja ASCOM

Novo secretário Sininger Vidal com equipe da ASCOM

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

MP explica razões do afastamento dos prefeitos de Bom Jardim e Pio II

15/08/2016 às 21:19 em Justiça

Coletiva_Foto_OficialEm entrevista coletiva nesta segunda-feira, 15, realizada na sede da Procuradoria Geral de Justiça, no Calhau, os promotores de justiça das comarcas de Bom Jardim e Pio XII explicaram os motivos das ações que levaram aos afastamentos dos prefeitos e de secretários dos respectivos municípios, determinados pela Justiça na semana passada.

Antes dos promotores, o procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, afirmou que a atuação do Ministério Público busca sempre defender os interesses da sociedade e zelar pela boa aplicação dos recursos públicos. “Nossas ações não são contra pessoas, mas contra atos. O Ministério Público não tem partido político. Nosso partido é a legalidade”, esclareceu.

O procurador-geral acrescentou que, na sua gestão, a defesa das prerrogativas dos membros da instituição será garantida.

Também estiveram presentes na coletiva o assessor-chefe da Assessoria Especial da Procuradoria Geral de Justiça, Justino Guimarães, o diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais da PGJ, Marco Antonio Amorim, e o presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem), Tarcísio Bonfim.

O promotor de justiça de Pio XII, Francisco Thiago Rabelo, detalhou as diversas etapas da investigação, iniciada em janeiro de 2016, que identificou a existência de 43 funcionários fantasmas na Prefeitura do município.

O processo culminou com o afastamento do prefeito Paulo Roberto Sousa Veloso e dos secretários municipais Antonio Roberval de Lima (Administração), Melquizedeque Fontenele Nascimento (Finanças) e Iara Adriana Araújo Portilho (Educação), no último dia 10 pela justiça. O procurador do município, Michel Lacerda Ferreira, também foi afastado.

O juiz Raphael Leite Guedes deferiu o pedido do membro do Ministério Público em uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa. Na ação, o promotor de justiça estimou que os pagamentos irregulares feitos aos funcionários que ganham sem trabalhar geraram um prejuízo de R$ 2.478.406,88 aos cofres municipais.

BOM JARDIM

Em Bom Jardim, o promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira informou sobre a ação que resultou no novo afastamento da prefeita Lidiane Leite, que tinha sido presa e afastada do cargo em 2015. Pela decisão judicial, do último dia 11, a gestora foi afastada do cargo pelo prazo de 120 dias até que seja julgada uma Ação Civil Pública, ajuizada em 26 de agosto de 2015, que trata dos desvios de recursos públicos que deveriam ter sido aplicados no setor educacional do município.

Quanto ao afastamento do presidente da Câmara de Vereadores de Bom Jardim, Arão Sousa Silva, o promotor de justiça informou que o pedido foi deferido pela Justiça em Ação Civil Pública por improbidade administrativa. O vereador não deu publicidade ao ato e se recusou a prestar informações sobre o decreto legislativo que retornou a prefeita Lidiane Leite ao cargo.

ENTENDA O CASO

Em 5 de setembro de 2015, o presidente da Câmara, por meio do Decreto legislativo n° 006/2015, declarou a perda do mandato da então prefeita Lidiane Leite da Silva, que se encontrava afastada do município sem autorização do Legislativo Municipal há 10 dias. Na época, Lidiane Leite estava sendo procurada pela Polícia Federal em virtude de desvios de verbas da educação no município.

A Lei Orgânica do Município de Bom Jardim prevê a necessidade de autorização da Câmara para afastamentos superiores a 10 dias. A medida foi tomada após o encaminhamento de Recomendação por parte do Ministério Público.

No último dia 8, no entanto, Arão Silva, em sessão extraordinária, deu posse novamente a Lidiane Leite, “sem ao menos publicar ou divulgar a revogação do decreto, o qual teria, em tese, sido revogado unilateralmente pelo referido presidente”, explica o promotor de justiça da comarca.

Segundo Fábio Santos de Oliveira, apesar de várias tentativas da promotoria em ter acesso a um documento que tivesse revogado o decreto, que não havia sido publicado, isso foi negado pelo presidente daquela Casa Legislativa.

Da Assessoria

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.

PC investiga morte de homem executado a “pauladas”, em Açailandia

15/08/2016 às 08:31 em Polícia
Homicidio

Investigadores Carvalho e Adriano durante visita ao local do crime

A Polícia Civil de Açailandia investiga um homicídio ocorrido na madrugada deste Domingo (14) na Vila Ildemar, em Açailandia. O corpo do homem ainda não identificado foi encontrado por volta das 6h da manhã na quadras 48, próximo à palhoça tropical.

De acordo com os primeiros levantamentos, o homem que aparenta ter cerca de 30 anos foi morto a pauladas. A vítima ficou praticamente irreconhecível devido as numeras pancadas na cabeça.

Pessoas que moram próximo ao local onde aconteceu o crime relatam que ouviram gritos durante a madrugada, más que ficaram com medo de abrir a porta para ver o que estava acontecendo.

A Polícia ainda não sabe a motivação do crime. A principal suspeita é que possa se tratar de “acerto de contas”.

O corpo foi levado para Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, onde aguarda aparecer familiares para fazer o reconhecimento.

Acompanhe o Blog do Antonio Marcos também no Facebook e no Twitter.